Blog

Ser tradutor não é só traduzir

Ano novo, vida nova! Pelo menos na teoria, a gente pensa assim. Vêm aquelas resoluções de ano novo, parar de fazer isso, começar a fazer aquilo… Mas e os seus objetivos profissionais para 2022, quais são? Conversando recentemente com o meu pai, ele achou graça que o meu irmão tenha feito uma faculdade e passado a atuar em uma área completamente diferente. Lembrei que, sem a formação dele em jornalismo e publicidade, a nova empresa que ele abriu talvez não fosse tão bem das pernas logo no primeiro ano de abertura. O segredo é que meu irmão uniu o útil ao agradável: a paixão por cervejas artesanais e o jeitinho certo para chegar até o público-alvo e vender o peixe — bom, neste caso, a “breja”.

Pensando por esse lado, eu também não atuo diretamente nas áreas em que me formei. Tenho certificado profissional em Processamento de Dados, que obtive com o diploma do ensino médio, antes de me formar em jornalismo na faculdade. O que isso tem a ver com tradução? Não é lá tanta coisa, mas os conhecimentos de informática me ajudaram a me especializar em traduções na área de tecnologia, e a formação em jornalismo aprimorou minha redação na língua materna, que é a ferramenta mais básica de qualquer tradutor.

Além disso, no curso de Processamento de Dados, nós tivemos uma matéria especial sobre organização de empresas, cujo objetivo era ajudar alunos de 15 a 17 anos a compreenderem como funcionava o ambiente empresarial, já que o objetivo seria encontrar emprego em uma empresa e prestar serviços de TI. Lembro-me daquelas aulas como se fosse hoje, pois a nossa professora prestava bastante atenção aos detalhes e se concentrava mesmo na parte da “organização”, falando sobre cada peça que se encaixa no quebra-cabeça de uma empresa.

Com isso na cabeça, acho que inconscientemente comecei a aplicar aqueles conhecimentos na criação de meu próprio negócio. Claro que não temos o organograma quilométrico de uma multinacional, mas como pequena empresa com apenas dois funcionários fixos e vários colaboradores independentes, também é necessário nos organizar para andar nos trilhos.

Reitero a pergunta: quais são seus objetivos profissionais para 2022? Se ainda não estabeleceu nenhum, ainda dá tempo. Pense em tudo aquilo que você quis fazer pela sua carreira “quando sobrasse tempo”. Agora lembre que essa coisa de “sobrar tempo” não existe. Encontre tempo para as suas atividades profissionais, assim como você encontra tempo para cuidar de sua saúde e espairecer com entretenimento, passatempos, esportes e afins. Recomendo que procure cursos de administração de empresas e finanças pessoais. No início, invista apenas seu tempo e procure cursos virtuais gratuitos, como os oferecidos pela Khan Academy, Coursera, edX, ou aqueles disponíveis nas universidades estaduais onde você mora. Reservando poucos minutos por dia, poucas horas por semana, você vai poder explorar algumas ideias para melhorar as suas atividades profissionais. Mais adiante, vale a pena investir em cursos pagos, porém acessíveis, para se aprofundar e aprimorar ainda mais a saúde dos seus negócios.

Lembre-se de que ser tradutor não é só traduzir. Você precisa saber como se organizar para poder atender bem à clientela e crescer como microempresa (mesmo que no momento esteja registrado como autônomo, pois a mentalidade é a mesma!). Outros componentes para a fórmula do sucesso no ano novo também incluem a diversificação das suas atividades, assim você não coloca todos os ovos na mesma cesta, e aquelas técnicas certeiras para vender o seu peixe de maneira eficaz. 

Feliz 2022!

 

Quer contribuir para o blog? Envie-nos um e-mail para [email protected].

  • Tags:

(1) Comment

Deixe um Comentário